domingo, 5 de dezembro de 2010

Plataforma Lattes

A Plataforma Lattes é o banco de dados mais completo dos acadêmicos, pesquisadores e acadêmicos da área de Ciência e Tecnologia do Brasil.
O sistema permite o cadastro dos interessados e busca de currículos, essenciais para uma pesquisa completa de pesquisadores.
Uma curiosidade sobre a instituição. O nome Lattes é homenagem a um grande cientista nacional chamado Césare Mansueto Giulio Lattes. Césare era físico e trabalho na pesquisa da estrutura atômica. Lattes ainda teve grande destaque na política do Brasil na época pós segunda grande guerra. Criou importantes instituições nacionais e atuou ativamente da comunidade acadêmica, tendo destaque na USP e na UNICAMP.



Por que a Plataforma Lattes é importante?
Podemos dizer que esse imenso banco de dados é um esforço grande para que as informações de currículos pessoais e instituições sejam concentrados em apenas um lugar. Isso traz vantagens claras: maior facilidade de controle nas alterações e otimização nas buscas feitas por usuários.
Um grande ponto da Plataforma Lattes é a padronização da forma como é exibida a informação. Cada currículo apresenta um única forma. A quantidade de dados pode variar e varia para cada pesquisador. Porém, os tópicos do currículo são constantes.
O Lattes ainda facilita e incentiva o financiamento de programas universitários no Brasil. Com um programa sério de controle das informações dos usuários, a plataforma Lattes se transforma num recurso importante para as instituições que financiam a ciência no nosso país.
A transparência, facilidade e confiabilidade nos dados contidos nessa plataforma do CNPQ incentiva de forma sem precedentes o fomento à ciência brasileira.
História do CNPQ e a plataforma Lattes
O CNPQ é o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. O CNPQ é considerado uma agência da administração indireta ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia.
O CNPQ nasceu no ano de 1951 sob o nome de Conselho Nacional de Pesquisas. No início, esse conselho era sediado na cidade do Rio de Janeiro.



Com o crescimento da comunidade acadêmica brasileira entre as décadas de 50 e 80, o CNPQ se viu na necessidade de elaborar uma plataforma que concentrasse os currículos de seus pesquisadores.
Como citado acima, as principais preocupações eram uma padronização no formulário utilizado por cada pesquisador e por cada instituição, fácil busca e escolha de consultores e pesquisadores e capacidade de gerar estatísticas para orientar as políticas públicas de educação. Nascia assim o banco de dados precursor da Plataforma Lattes.
A Plataforma Lattes só ganhou corpo no ano de 1999, a partir de um projeto desenvolvido pelas universidades Federal de Santa Catarina e Federal de Pernambuco e parceria com empresas privadas.
Após inúmeras alterações e evoluções, a Plataforma Lattes é hoje uma referência no Brasil e no mundo. Seu sistema é bastante moderno e desde 2005 conta com uma comissão responsável pelo estudo e aprimoramento da base de dados.

Plataforma Lattes e dados da Receita Federal

A plataforma Lattes anunciou uma parceria, um convênio com a Receita Federal do Brasil. O acordo visa facilitar a verificação da veracidade dos dados pessoais contidos nos currículos.
A Receita Federal colocará a disposição do CNPQ e da Plataforma Lattes o banco de dados de nomes, CPF, filiação e data de nascimento. A medida tenta conter e evitar o cadastro de pesquisadores com dados falsos e o erro no preenchimento das informações.
Inicialmente, os dados conferidos com a Receita só será utilizados nos novos currículos cadastrados. A ideia é, para o futuro, implementar esse dispositivo para todos os currículos presentes na Plataforma Lattes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário