domingo, 16 de dezembro de 2012

Bioquímica

A diversidade biológica encontrada na natureza deve-se, antes de tudo, à variedade celular. Os diversos seres vivos são formados por células que evoluíram ao longo da existência, assim como o funcionamento celular do ser vivo depende de reações químicas. Essas reações, principalmente da matéria orgânica, fundamentam a própria essência da vida. Veremos, inicialmente, as diferenças existentes entre as células formadoras dos seres unicelulares e pluricelulares, bem como entre as células de origem animal e vegetal.Daremos início ao estudo bioquímico,pois o funcionamento celular é baseado em estruturas químicas que reagem entre si e com o meio externo a célula.

Características celulares

Diferença entre procariotas e eucariotas

Quando estudamos o vasto universo vivo, observamos uma certa semelhança entre as diversas formas existentes no que diz respeito à estrutura básica.
A evolução fez com que os primitivos seres,oriundos de uma imensa sopa de elementos químicos,adquirissem formas cada vez mais complexas.
Essa imensa sopa, por meio de conglomerados orgânicos, deu origem à base de todas as criaturas vivas: a célula.
Essa estrutura orienta e produz as mais diferentes reações fisiológicas e morfológicas dos seres vivos, sendo considerada a unidade morfofisiológica do ser vivo.
Por meio de inúmeros métodos de pesquisa,como a microscopia óptica e eletrônica, fracionamentos e imunoensaios, é possível, atualmente, desvendar
os inúmeros mistérios do mundo celular.
A biodiversidade terrestre é formada, basicamente,por dois padrões celulares: as células procarióticas e as eucarióticas.
A diferença básica é a presença de envoltório nuclear. O cromossomo procariótico encontra-se em contato direto com o protoplasma. A região em que esse material genético se encontra é chamada de nucleoide. As células eucarióticas possuem um
núcleo verdadeiro, com um complexo envoltório nuclear. Além disso, as células procarióticas não possuem nenhuma estrutura membranosa como, por exemplo, o retículo endoplasmático, golgiossomo, mitocôndria etc.

Diferença entre célula vegetal e animal

As células eucariotas, ao contrário das procariotas,apresentam uma grande diversidade de estruturas relacionadas ao metabolismo celular. Porém,em se tratando de células vegetais e animais,observamos que, devido a diferenças metabólicas,há ocorrência ou ausência de estruturas. A presença de membrana celulósica e cloroplastos são exemplos
de estruturas tipicamente vegetais, ao passo que lisossomos e centríolos caracterizam células animais.
Observe a tabela a seguir:



Está claro que a maioria das estruturas celulares são comuns aos dois tipos básicos de células. As estruturas típicas estão relacionadas, fundamentalmente, à ação metabólica desempenhada pela célula.Observamos que uma célula vegetal não possui lisossomos. Isso ocorre devido ao fato da célula vegetal não fazer digestão intracelular: produz, por meio do processo fotossintético, os nutrientes prontos para serem utilizados, não necessitando transformar o alimento. Outra grande diferença entre a célula animal e a vegetal é a existência de plastos e cloroplastos somente em células vegetais. Estes são responsáveis pela atividade fotossintética e armazenamento de pigmentos e produtos nutricionais.
A seguir, podemos observar as estruturas características das duas células básicas: animal e vegetal.









Nenhum comentário:

Postar um comentário