quinta-feira, 17 de março de 2011

Nos dias 17 e 18 de março está ocorrendo o I Seminário de Resíduos Sólidos e Urbanos da Mesorregião Tocantina em Imperatriz,




Organizado pela Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (Sepluma); a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes) e Conselho Municipal do Meio Ambiente (Commam), o 1º Seminário de Resíduos Sólidos Urbanos da Mesorregião da Região Tocantina (Seresu) será realizado nos dias 17 e 18 de março, no auditório do Palácio do Comércio e Indústria (PCI), em Imperatriz.

Foi somente no ano passado, depois de 19 anos em tramitação no Congresso Nacional, que foi sancionada a Política acional de Resíduos Sólidos, que estabelece normas, direitos, deveres e responsabilidades para o descarte de resíduos sólidos por empresas, governos e pessoas. É essa discussão que será feita em março em Imperatriz.

A secretária-adjunta da Sepluma, Rubenyr Brígida, informou ontem à reportagem que serão debatidos temas sobre planos de saneamento e resíduos sólidos; políticas de resíduos sólidos; sistema de gerenciamento de resíduos sólidos; coleta transporte ambientalmente adequada de resíduos sólidos; reciclagem de resíduos sólidos, organização de catadores e qualificação de recursos humanos.

“Essa é uma problemática não apenas do município de Imperatriz, mas do país inteiro, pois não podemos fechar os olhos para essa questão ambiental”, disse ela, que observa a falta de responsabilidade dos segmentos que geram resíduos sólidos.


Público alvo

O seminário é destinado a profissionais e empresas do setor de resíduos sólidos, órgãos públicos municipais, estaduais e federais, estudantes, professores, ONG’s ambientalistas, consultores, catadores de materiais recicláveis e a sociedade civil de Imperatriz.

O seminário visa ainda ampliar a capacidade dos grandes geradores em reconhecer e atuar de forma os resíduos sólidos, no que tange o gerenciamento de sua operação, quanto à destinação ambientalmente adequada. “O evento também objetiva aprimorar as condições vigilantes da comunidade, visando alcançar a sustentabilidade ambiental e a inclusão social, onde assim poderá auxiliar o Governo e o Ministério Público no cumprimento de suas funções”, assinala.

CONHEÇA A PROGRAMAÇÃO DO DIA 18/03

Tema: Reciclagem e Compostagem

Palestrante: Professor Paulo Roberto da Silva Ribeiro, Farmacêutico, Bioquímico e Farmacêutico Industrial (UFJF), mestre em Agroquímica, Química Analítica Ambiental (UFV), doutor em Química, Química Analítica e Controle de Qualidade de Medicamentos (UNESP). Professor adjunto do Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia (CCSST), da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Em Imperatriz.

Horário: 8h30

Tema: “Experiências dos municípios em coleta seletiva”

Palestrante: Luís Henrique da Silva, catador de materiais recicláveis e membro da equipe de articulação nacional do Movimento Nacional de Catadores (MNC), de Belo Horizonte (MG).
Horário: 9h às 9h50

Mesa Redonda: “Experiência Municipais em Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos”
Horário: 10h20 às 12h


Tema: “O Papel da Incineração no Tratamento dos Resíduos Sólidos de Saúde e Industriais” Horário: 14h às 14h50

Tema: Apresentação de trabalhos científicos (pôster)
Horário: 14h55 às 15h40

15h40 às 16h – Intervalo / Realização de oficinas / reciclagem de Tetra Pak – responsável Rotary Club de Imperatriz

16h às 17h30 – Confecções de vassouras de garrafas PETI
Responsável: Cáritas Brasileiras

17h30 às 18h – Encerramento e entrega dos certificados

Nenhum comentário:

Postar um comentário