sábado, 11 de junho de 2011

MOSCAS URBANAS DA CIDADE DE IMPERATRIZ – MA: ORIENTAÇÃO PARA FEIRANTES E COMUNIDADE DO ENTORNO

MOSCAS URBANAS DA CIDADE DE IMPERATRIZ – MA: ORIENTAÇÃO PARA FEIRANTES E COMUNIDADE DO ENTORNO DAS FEIRAS LIVRES SOBRE AS FORMAS DE CONTROLE DAS PRINCIPAIS ESPÉCIES

Área temática da Extensão: Saúde

Coordenador e orientador: Prof. M. Sc. José Roberto Pereira de Sousa - jrszoo@hotmail.com

Bolsista: Paulo Roberto Meneses Garcia – robertoimp@hotmail.com


Em Imperatriz, MA, a carência de um controle de moscas, torna-se uma rea¬lidade que se expressa no elevado índice de infestação deste inseto, verificado na zona urbana, como feiras e residências. ARAÚJO (2008), registrou em áreas urbanas da cidade moscas sinantrópicas das famílias Muscidae (Musca domestica) e Calliphoridae (Chrysomya putoria, C. megacephala, C. albiceps), sugerindo a necessidade de divulgação e orientação para a comunidade acerca da necessidade de prevenção e possíveis formas de controle dessas espécies. Objetivou-se neste estudo contribuir com a comunidade (feirantes e moradores do entorno das feiras do Mercadinho, Bacuri, Vila Nova, Nova Imperatriz e Santa Rita), informando sobre as espécies de moscas da cidade de Imperatriz, Ma, bem como desenvolver orientação sobre as formas de controle e prevenção. Foi realizado um diagnóstico visando conhecer os principais problemas com relação à presença destes insetos e as dificuldades de controle, sendo 100 questionários para feirantes (20 para cada feira) e 100 com os moradores (20 para cada ). No diagnóstico, constatou-se que para 69% dos Feirantes as moscas provocam incômodo; que 20% deles já detectaram presença de ovos de moscas nos produtos e que 60% deles fazem controle de moscas, utilizando algum produto. Com relação aos moradores, 66% deles fazem recolhimento adequado dos resíduos; 66% acreditam que as feiras é que são responsáveis pela proliferação e presença de moscas e apenas 36 % utilizam alguma medida de controle. A presença de ovos de moscas nos produtos e alimentos, registrados por feirantes, é um dado preocupante, pois nas visitas registrou-se a presença de moscas das famílias Calliphoridae, Sarcophagidae e Muscidae, que são envolvidas na transmissão de organismos causadores de várias doenças. Durante as visitas foi dado orientação para os feirantes e moradores acerca das medidas de controle e formas para evitar a proliferação das moscas sinantrópicas.

Palavras-chave: Moscas sinantrópicas; Feirantes; Controle de Insetos; Vetores


REFERÊNCIAS

ARAÚJO, V. S. 2008. A fauna de Calliphoridae (Insecta:Diptera) em dois ambientes antropizados ao longo de um trecho da Ferrovia Norte Sul, Imperatriz, Ma. Monografia de Graduação. Departamento de Química e Biologia, Centro de Estudos Superiores de Imperatriz, Universidade Estadual do Maranhão.

TEIXEIRA, .A. F. M.; A. A.. AMARO-FILHO; B. R. QUINTAES; E. C. L. DOS SANTOS; G. C. SURLIUGA. 2008. Controle de Mosca doméstica em área de disposição de resíduos sólidos no Brasil. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental 13 (4): 365-370.

RIBEIRO, J. DE S. 2008. A fauna de Calliphoridae (Insecta:Diptera) em três áreas localizadas na zona rural do município de Imperatriz, Ma. Monografia de Graduação. Departamento de Química e Biologia, Centro de Estudos Superiores de Imperatriz, Universidade Estadual do Maranhão.

GARCIA, P. R. M. 2009. A Fauna de Califorídeos (Diptera: Oestroidea) em ambientes de Matas e de Cerrados do Município de Imperatriz, Ma. In: XXI Seminário de Iniciação Científica da UEMA. Livro de Resumos. (CD- ROM).

Um comentário:

  1. Oi Paulo, meu nome é Keise Adrielle, aluna do curso de Biologia 2° período, amiga da Scarleth!
    Lembra que vc me deu o folheto sobre o seu prejeto!? Pois é eu perdi, ai vc fico de enviar pro email, e nada de chegar! Então tive que apela pra net e, Graças a Deus achei o seu blog =)!
    Bjus Adrielle, tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir